Saúde

/Saúde

Os 5 Alimentos que Ajudam a Aumentar a Imunidade

alimentos_saudáveis

Os Alimentos que Ajudam a Aumentar a Imunidade de forma simples e natural. Além disso, permanecer bem durante a temporada de gripe significa aderir a uma dieta equilibrada. Evitar alimentos processados, grãos e açúcares irá percorrer um longo caminho no fortalecimento do seu sistema imunológico. Além de saber o que você deve evitar, você também deve estar ciente de certos alimentos que são carregados com nutrientes que irão apoiar seu sistema imunológico. Comer uma dieta nutritiva é mais eficaz do que tomar suplementos ou ser vítima de vacinas, o que o expõe a riscos para a saúde muito pior do que a gripe. Então, confira Os 5 Alimentos que Ajudam a Aumentar a Imunidade.

Laranja: A Laranja é um dos melhores alimentos que ajudam a aumentar a imunidade. Além disso, a Vitamina C é um de seus principais nutrientes, conhecida por fortalecer o sistema imunológico. Além disso, a lista de substâncias importantes continua com fibras e Potássio. O primeiro atua contra prisão de ventre, já o segundo auxilia no controle da pressão arterial.

Limão: O Limão é um dos principais alimentos que ajudam a aumentar a imunidade. Além disso, a Vitamina C aparece novamente nesse parente da Laranja, mas não para aí: contém ainda o limoneno, encontrado em sua casca. Ele penetra com facilidade em todos os tecidos e células do organismo e é um poderoso solvente das toxinas e gorduras.

Acerola: A Acerola é uma boa opção de alimentos que ajudam a aumentar a imunidade. Por conter boa quantidade de Vitamina C, a Acerola estimula, e muito, a produção de anticorpos, protegendo o corpo contra elementos que podem causar diversas doenças, como gripes e resfriados.

Mel: O mel é um excelente alimento que ajuda a aumentar a imunidade. Além disso, o mel concentra compostos antioxidantes que bloqueiam as enzimas necessárias para multiplicação dos invasores do corpo. O mel ainda inibe a bactéria causadora da tosse. Além disso o alimento auxilia no funcionamento intestinal e na melhora de problemas respiratórios em geral.

Gengibre: O Gengibre é um dos melhores alimentos que ajudam a aumentar a imunidade. Contém uma substância chamada gingerol, que protege o corpo contra fungos e bactérias. A planta ainda integra a formulação de xaropes por causa de sua ação anti-inflamatória e antibiótica.

Obs: A Vitamina C precisa ser ingerida diariamente, pois não se faz reserva dessa substância no organismo.

Fonte: Dicas de Saúde

IMPORTÂNCIA DE LAVAR AS MÃOS

lavar_as_mãos

Lavar as mãos, muitas vezes, é considerado um ato simples e sem grande importância. Todavia, a higienização desse órgão pode ser considerada como uma medida de prevenção contra várias doenças, podendo, inclusive, salvar vidas.

Em todo nosso organismo existem micro-organismos que vivem harmoniosamente sem nos causar nenhuma doença. Algumas bactérias, por exemplo, vivem em nosso trato digestivo e são essenciais para a manutenção da saúde desse sistema. Entretanto, também existem micro-organismos que, em contato com nosso corpo, podem causar problemas graves, tais como infecções hospitalares e respiratórias, diarreia e gripe, como a H1N1.

Uma grande quantidade de organismos entra em contato com o nosso corpo inicialmente pela mão. Isso acontece porque a mão frequentemente está em contato com superfícies que podem estar contaminadas (maçanetas de portas, caixas eletrônicos e barras dos transportes públicos) e até mesmo com pessoas doentes. É comum, por exemplo, cumprimentarmos pessoas com um aperto de mão mesmo quando estão com alguma enfermidade. Nesse momento, pode haver a troca de micro-organismos patogênicos.

A via de transmissão de várias doenças poderia ser facilmente quebrada se todas as pessoas lavassem as mãos com uma maior frequência. É importante lavar as mãos, principalmente, antes de se alimentar e preparar alimentos, após usar o banheiro, tossir, espirrar, assoar o nariz, brincar com animais e manusear o lixo e antes e após cuidar de ferimentos e visitar pessoas hospitalizadas.

Vale destacar que os cuidados com a higienização das mãos também são fundamentais para os profissionais da saúde, sendo recomendada para esse público a lavagem sempre antes e após ter contato com um paciente, antes de realizar procedimentos e após se expor a fluidos corporais. Essas medidas são essenciais para evitar que o paciente seja contaminado por micro-organismos provenientes de outras pessoas e também para proteger os profissionais da saúde de possíveis doenças.

higienização

A lavagem das mãos pode ser feita com água e sabão, sendo essa prática simples responsável pela redução de contaminação com uma parcela de micro-organismos adquiridos pelo contato com pessoas e objetos, além de sujeira e substâncias orgânicas. Para uma limpeza ainda maior, utilizam-se agentes antissépticos, como o álcool 70%.

CURIOSIDADE: De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), doenças como a diarreia poderiam ser evitadas e reduzidas em até 40% se todas as pessoas lavassem adequadamente as mãos.

Fonte: Brasil Escola

Malefícios do Fast-Food

fast_food

Fast-Food é um termo em inglês que significa “comida rápida”. São considerados Fast-Food alimentos preparados num pequeno intervalo de tempo, que ficam pré-prontos no estoque do estabelecimento.

Na maior parte das vezes, os alimentos de Fast-Food são desprovidos de nutrientes básicos para o bom funcionamento do corpo humano, e fartos em gorduras e açúcares. A atual sociedade, na qual as pessoas têm pouco tempo para realizar atividades pessoais, inclusive para comer, produz, a cada dia, mais consumidores deste tipo de alimento, e aumenta as taxas de obesidade e outros problemas alimentares, como até mesmo a desnutrição.

Muitas crianças crescem em meio às redes de Fast-Food, que veem nos pequenos um potencial grupo de consumidores. Comidas muito saborosas, com muitos elementos como molhos, frituras, queijos e nas sobremesas sorvetes, caldas, chocolates, enfim, uma enorme lista de ingredientes sedutores que fascinam até mesmo adultos, o que faz das crianças alvos fáceis de serem persuadidos.

A comida rápida e de baixo custo dos Fast-Food está cada vez mais incorporada aos hábitos alimentares do indivíduo pós-moderno, no entanto os perigos envoltos neste tipo de prática estão gradativamente maiores. Os índices de doenças coronarianas, obesidade e diabetes na atualidade aumentam a cada ano, chegando a níveis preocupantes. O sedentarismo, atrelado à mesma falta de tempo para realizar as refeições e outras atividades desvinculadas do ambiente profissional, é mais um agravante da situação. A saúde do ser humano contemporâneo está sendo deixada de lado em virtude do mercado de trabalho cada vez mais exigente e detentor do tempo do indivíduo.

Além de estes alimentos serem ricos em gorduras e açúcares, na maioria das vezes os consumidores comem dirigindo, em frente ao computador ou ao telefone, situações em que a concentração não está na mastigação, que fica prejudicada, e sendo está o primeiro estágio da digestão, faz com que esta sim se dê precariamente, prejudicando toda a absorção dos nutrientes, já poucos neste tipo de alimento, pelo corpo.

Comer em Fast-Foods também não é expressamente proibido. No entanto, é necessário que se tenha bom senso ao frequentar tais restaurantes. Ter uma alimentação balanceada, rica em nutrientes e praticar exercícios físicos mantém o corpo saudável, e quem é saudável pode dar-se ao luxo de, esporadicamente, ir a algum estabelecimento de Fast-Food. Isto não deve tornar-se uma rotina, nem substituir a alimentação básica. Assim como os adultos, as crianças também podem comer alimentos de Fast-Food, mas em pequenas quantidades e esporadicamente, isto jamais deve tornar-se parte do cotidiano.

Fonte: InfoEscola

Como prevenir doenças respiratórias

doenças_respiratórias

Com a chegada das estações mais frias e secas do ano, há um aumento significativo na incidência de gripes e resfriados. O ar frio propicia a circulação de vírus e influencia diretamente no aumento das doenças respiratórias, e não são apenas as crianças e os idosos que devem se prevenir. Pessoas predispostas às alergias, rinite, sinusite, bronquites, asma e outras doenças respiratórias são as que mais sofrem as consequências das baixas temperaturas.

Manter a hidratação do corpo é indicação de todo médico. Além da água e do chá, dê preferência para as sopas de legumes e os sucos de frutas que contenham vitamina C, que ajudam na prevenção de gripes e resfriados.

Evite ambientes fechados e com ar condicionado, preferindo sempre lugares arejados e limpos. Abra bem as janelas para renovar o ar e faça passeios e atividades físicas ao ar livre.

Se você é fumante, faça um esforço para abandonar o cigarro. O tabagismo é fator agravante para doenças respiratórias e pode levar a problemas mais graves no futuro.

Bichos de pelúcia, tapetes, cortinas e cobertores de lã abrigam os ácaros, aqueles agentes que não são vistos a olho nu, mas que são um perigo para a saúde respiratória, principalmente para quem é alérgico.

Por isso, evite ter esses itens em casa. Caso não seja possível, o ideal é mantê-los sempre bem higienizados e longe de poeira.

Respire sempre pelo nariz e nunca pela boca, pois as narinas filtram e aquecem o ar, o que melhora muito os sintomas desagradáveis das doenças respiratórias. Para evitar o desconforto, lave o nariz com frequência e umidifique com soro fisiológico.

As campanhas de prevenção têm sido muito claras: as mãos são a principal fonte de contágio de doenças como a gripe e o H1N1. Por isso, lave as mãos sempre que puder ou se lembrar.

Vírus são transmitidos através do espirro, tosse, saliva, e, indiretamente, por meio das mãos, que acabam contaminando o nariz, boca e olhos. Na falta de água e sabão, tenha álcool gel sempre à mão.

Adultos também precisam manter a vacinação em dia, e, se você pertence a algum grupo de risco, já existem vacinas gratuitas contra a gripe disponíveis nos postos de saúde. Caso contrário, também é possível se vacinar em clínicas particulares.

Locais de grande público, como teatros, cinemas, casas noturnas e igrejas são propícios à disseminação de vírus e germes. Se você já está doente, trate os sintomas com medicamentos apropriados e fique em casa de repouso e à base de líquidos. Só procure hospitais caso os sintomas se agravem, pois, é lá que estão os doentes que podem transmitir mais vírus.

Uma alimentação saudável e equilibrada é fundamental para reforçar seu sistema imunológico. Alimentando-se bem, você estará prevenindo doenças de qualquer tipo, inclusive as respiratórias!

Fonte: hipolabor

Saiba sobre os efeitos do álcool na saúde

cerveja

O álcool é uma substância que pode trazer grandes malefícios a vários órgãos do nosso corpo, principalmente ao fígado, pâncreas, coração e cérebro.

Todavia, ao contrário do cigarro, que faz mal em qualquer quantidade, se as bebidas alcoólicas forem consumidas com parcimônia e de forma responsável, há evidências de que elas possam até trazer alguns benefícios para a saúde. Por outro lado, são cada vez mais comuns os estudos mostrando que mesmo o consumo de pequena quantidade de álcool, quando feito diariamente, pode aumentar o risco de surgimento de vários tipos de câncer.

BENEFÍCIOS DO ÁLCOOL

Esse texto é basicamente sobre efeitos nocivos do álcool e alcoolismo, porém, não podemos deixar de falar rapidamente nos benefícios do uso responsável do álcool. Existem algumas evidências de que o consumo leve a moderado de álcool pode até ser benéfico para a saúde. Mas antes que todo mundo saia por aí bebendo, algumas explicações são necessárias.

Não existem grandes trabalhos científicos sobre os efeitos benéficos do álcool, a maioria consiste em pequenos estudos a curto prazo e com número pequeno de pacientes. Apesar desses defeitos, os estudos que existem realmente sugerem que o consumo moderado possa trazer benefícios como a redução das doenças cardíacas. Deve-se encarar essas vantagens como algo possivelmente real, mas não como uma verdade absoluta já aceita por toda comunidade médica.

Os trabalhos mostram que os benefícios parecem vir do álcool e não de um tipo específico de bebida, como o vinho, por exemplo. A história dos flavonoides do vinho serem cardioprotetores nunca foi comprovada. Parece que qualquer bebida alcoólica tem o mesmo efeito. Nenhuma é superior a outra.

O grande problema é que não existe uma dose ideal de álcool para todo mundo. Em geral, mulheres são mais susceptíveis aos danos do álcool que os homens. Aceita-se que a dose considerada benéfica seja 10 a 15 gramas de álcool, o que equivale a uma taça de vinho ou uma garrafa pequena de cerveja (355 ml) por dia para as mulheres. Homens podem beber um pouco mais como duas garrafas de cerveja ou duas taças de vinho por dia. Há quem ache que o consumo não pode ser diário, sendo necessário 1 ou 2 dias de intervalo.

É importante salientar que em algumas pessoas os benefícios cardiovasculares de uma ingestão moderada de álcool acabam não sendo vantajosos, uma vez que causam um aumento dos riscos de outras doenças como câncer de mama, doenças do fígado e acidentes automobilísticos.

A ingestão de álcool, mesmo que moderadamente, é contraindicada em alguns casos:

– Grávidas.

– Pessoas com passado de alcoolismo.

– Pessoas com histórico familiar de alcoolismo.

– Antecedentes de AVC hemorrágico.

– Pessoas com doenças do fígado.

– Pessoas com doenças do pâncreas.

Também devem evitar o consumo regular de álcool pessoas com doenças do estômago e esôfago e aquelas com história familiar forte de câncer de mama.

Também não devem beber quantidade alguma de álcool pessoas que irão operar máquinas pesadas ou conduzir carros nas próximas horas.

MALEFÍCIOS DO CONSUMO ELEVADO DE ÁLCOOL

Definimos como alcoolismo pesado o consumo de mais de 7 drinks por semana ou a ingestão frequente de mais de 3 drinks por dia nas mulheres (1 drink é igual a uma taça de vinho ou 355 ml de cerveja ou 45 ml de uísque) e o dobro disso nos homens. Portanto, mulheres que bebem diariamente duas taças de vinho todos os dias, já estão enquadradas no grupo de alcoolismo pesado.

O consumo elevado de álcool elimina todos os possíveis benefícios do consumo leve e ainda pode trazer inúmeras complicações para saúde, como:

– Câncer de mama.

– Câncer de estômago.

– Câncer do cólon.

– Câncer de fígado.

– Câncer de esôfago.

– Cirrose.

– AVC (derrame cerebral).

– Pancreatite aguda e crônica.

– Osteoporose.

– Diabetes mellitus.

– Hipertensão.

– Acidentes e traumas severos.

– Impotência sexual.

– Má formações fetais.

– Síndrome do túnel do carpo.

– Psoríase.

– Colecistite e pedra na vesícula.

– Suicídio.

Além dos problemas acima, todos os benefícios cardiovasculares do consumo moderado se transformam em malefícios no caso de consumo pesado de álcool. Elevam-se os riscos de infartos, insuficiência cardíaca e arritmias.

Além dos problemas de saúde, quem já teve contato com uma pessoa alcoólatra, sabe o poder destrutivo desta droga. Mesmo sem nenhuma doença física, essas pessoas se tornam improdutivas. O alcoólatra não trabalha, não cuida da família, muitas vezes se tornam violentos e perdem os contatos sociais, além de colocar a vida de outros em risco quando encontram-se atrás do volante de um carro.

O alcoolismo é uma doença e apresenta elevada taxa de morbidade e mortalidade. Estima-se que até metade dos acidentes de trânsito fatais estejam de algum modo relacionados ao consumo de bebidas alcoólicas. Nos EUA, onde existem dados mais precisos, cerca de 80.000 pessoas morreram entre 2001 e 2005 por doenças relacionados ao uso abusivo de álcool e 70% dos casos de suicídio em estudantes universitários ocorrem em pessoas com problemas com bebidas.

Fonte: MD. Saúde

Os benefícios da água para o organismo

benefícios_água

Os benefícios da água em nossas vidas são indiscutíveis, tanto na saúde quanto na beleza. O corpo é composto de cerca de 75% de água. A quantidade de água precisa ser ingerida de acordo com cada organismo e atividades exercidas. Em excesso pode até sobrecarregar o rim ou eliminar os sais minerais do nosso organismo. Portanto, a água deve ser ingerida em equilíbrio para se tornar uma grande aliada, para o equilíbrio físico e psicológico.

O que ingerimos tem grande influência em nossa pele, e para manter a pele com aparência saudável e hidratada a água é indispensável. A água também pode eliminar essas toxinas e assim reduzir o risco de espinhas. A partir dos 30 anos de idade diminui a produção de colágeno e elastina, que facilita o aparecimento de rugas.

Dica: lave o rosto com água gelada que ameniza os poros e reduz o excesso de oleosidade, a água quente estimula a produção de sebo.

Esse é um dos benefícios da água que poucas mulheres sabem. A celulite é um pesadelo para a maioria das mulheres, que acabam recorrendo a receitas milagrosas que não funcionam. A retenção de líquido, alimentos com excesso de sódio e cigarro agravam as celulites, e tais hábitos ruins produzem toxinas que a água ajuda a eliminar através do suor e urina.

Dica: pratique exercícios físicos, evite tomar refrigerantes, bebidas e comidas industrializadas com alto teor de sódio, e tome bastante água para acelerar a desintoxicação amenizando a retenção de líquido e eliminando o inchaço que o sódio causa.

A água é poderosa para ajudar no emagrecimento, acelera o metabolismo e auxilia no equilíbrio do organismo.

Dica: antes de todas as refeições tome um copo de água, pois diminui a ansiedade e quantidade de alimentos que vão ser ingeridos. E quem não gosta de água pura, vale pingar gotas de limão ou colocar rodelas de laranja e morango.

Notamos de imediato quando nossas unhas e cabelos estão desidratados, quebram com facilidade e ficam com um aspecto de ressecamento.

Dica: lave seus cabelos com água fria, pois a quente resseca os fios. Antes de passar creme hidratante de mãos ou até mesmo amolecedor de cutículas, umedeça as mãos para melhor absorção.

Um estudo em Londres descobriu uma ligação entre estudantes trazerem água para a prova e melhoraram suas notas, H2O pode fazer pensar melhor. Não é oficialmente comprovado que a água pode trazer um melhor resultado, mas não custa nada tentar!

Suar ao fazer musculação na academia faz os músculos perderem água e quando os músculos não há o suficiente, eles ficam cansados mais rápido. Então para ter uma energia extra, tente bebê-la.

A água ajuda a hidratar o bolo fecal facilitando a saída do mesmo. A água é uma das principais soluções para aqueles que sofrem de constipação intestinal (prisão de ventre).

Dica: quando usar fibras para melhorar o funcionamento do intestino, tome bastante água, pois sem líquidos as fibras fazem o papel inverso, geram gases, desconforto e constipação.

Além de dietas, pode ajudar na perda de peso também. Muitos estudos já encontraram a ligação da água com a perda de peso. O segredo é que nos dá a sensação de estar de barriga cheia e o resultado disso é a perda de calorias.

Em dias de calor o suor evita o superaquecimento do corpo. A água ingerida constantemente hidrata e ajuda manter o equilíbrio da temperatura corporal.

Dica: a água serve como lubrificante das nossas articulações, portanto, em qualquer estação do ano se mantenha hidratado.

Ingerir água em jejum acelera o metabolismo, aumenta a disposição e diminui o sono.

Dica: antes de dormir deixe uma garrafa de água com algumas folhas de hortelã na geladeira, tome logo após acordar, além de refrescante fica muito saboroso.

Fonte: https://biosom.com.br/blog/bem-estar/10-beneficios-da-agua-para-o-nosso-corpo/

Dicas para uma boa noite de sono

sono_saudavel

Uma boa noite de sono ajuda você a encarar o dia a dia além de trazer benefícios durante a noite. Além de melhorar seu desempenho físico e prevenir a obesidade, o sono também é aliado para fortalecer o sistema imunológico, deixar a pele mais bonita e consolidar a memória.

O tempo de sono necessário costuma variar entre 6h e até 10h de pessoa para pessoa. A média recomendada é de 8h por noite, porém, o importante é ir dormir e acordar descansado.

Atente-se ao colchão e o travesseiro utilizados para dormir, uma boa noite de sono também depende disso!

Crie uma rotina regulando o horário para dormir e acordar. Lembre-se de realizar atividades físicas pelo menos 3h antes de dormir, comer alimentos leves e evitar cafeína. Por fim, ajuste a iluminação deixando o ambiente bem escuro e elimine barulhos e ruídos para uma noite de sono tranquila.

Fonte: http://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias/17332-aprenda-a-melhorar-a-qualidade-do-seu-sono

Os benefícios da gravidez para a mulher

gestante

A gravidez traz alguns desconfortos para as mulheres, como enjoos, cansaço e marcas na pele. Mas também traz muita alegria e benefícios, melhorando a saúde e o bem-estar das mães.

Com a gravidez, muitas mulheres instituam mudanças positivas em sua saúde e eliminam maus hábitos. Por exemplo, especialistas dizem que a gestação é uma das maneiras mais efetivas de parar de fumar. É também um grande motivador para buscar ar puro e exercício físico. Estudos ainda mostraram que mulheres com diabetes aprenderam durante a gestação a lidar melhor com a doença. Normalmente esses novos hábitos são saltos para um estilo de vida mais saudável.

Durante a gravidez desaparece o medo e a pressão de engravidar e as relações sexuais são mais despreocupadas e relaxadas. Além disso, muitas mulheres sentem um aumento da libido, sobretudo o segundo trimestre de gravidez. Inclusive, o aumento do fluxo sanguíneo na zona pélvica provoca uma maior sensibilidade nas genitais.

Mais cedo ou mais tarde depois do parto e da amamentação, o ciclo menstrual voltará ao normal. Mas há um efeito colateral bem-vindo: a diminuição das cólicas. Não se sabe direito porque a dor diminui, uma teoria é que o nascimento do bebê elimina algumas das áreas receptoras de prostaglandina no útero. A prostaglandina é o mesmo hormônio que faz o útero contrair durante o parto e desempenha um papel na dor menstrual. O resultado? Menos receptores de dor, menos cólicas.

Estudos recentes mostraram que a gravidez pode ser um protetor eficaz contra câncer de mama e de ovário. Quanto mais gestações você tiver – e quanto mais nova começar a ter bebês – maior é o efeito.

Além disso, outros estudos mostraram que amamentar por mais de três meses também pode diminuir o risco de determinados tipos de câncer.

O parto já foi comparado a uma maratona, e por uma boa razão. Alguns estudos mostram que as mulheres ganham uma nova percepção de sua própria força depois de passar pelo trabalho de parto. A gravidez muda mesmo nossa perspectiva sobre as coisas. Quando você olha para o quadro todo e percebe que seu corpo está gerando uma nova pessoa e colocando-a no mundo, você não vai mais se incomodar com os detalhes.

Fonte: https://www.paisefilhos.com.br/gravidez/gravidez-traz-beneficios-para-o-corpo-feminino/

Vamos combater o tabagismo?

tabagismo

Já não é mais nenhuma novidade que o cigarro é prejudicial à saúde. Causador de diversos canceres, entre eles o mais conhecido de pulmão, além das doenças cardiovasculares.

O número de fumantes vem tendo uma redução ao longo dos anos, mas infelizmente, doenças geradas pelo tabagismo ainda são responsáveis por aproximadamente 200 mil mortes no Brasil todos os anos.

É importante alertar as pessoas sobre os riscos do cigarro à saúde. A diminuição do tabagismo está diretamente relacionada à redução de outros problemas de saúde. Após a pausa na utilização do cigarro, já é possível identificar melhora significativa em doenças cardiovasculares, pulmonares, cânceres, hospitalizações, menor número de recém-nascidos de baixo peso, assim como, incidência de distúrbios físicos, cognitivos e emocionais nos filhos de mães que fumaram durante a gestação, sem contar as questões ligadas à paladar, olfato e outros sentidos, que já se evidenciam melhor, nas primeiras 24 horas de cessação.

Alerte amigos e familiares sobre os riscos do tabagismo e ajude-os a parar com o vício.

Fonte: http://www.seguronoticias.com/a-conquista-de-uma-vida-mais-saudavel-e-aliada-no-combate-ao-tabagismo

Saúde Bucal

saúde_bucal

Manter a saúde bucal em dia é importante para qualquer pessoa. Além de causar uma ótima primeira impressão, os cuidados com a boca podem evitar cáries, aftas, problemas nas gengivas entre outros mais graves.

É importante ressaltar que a boca é responsável por muitas funções do corpo, como a fala e a mastigação, por exemplo. Com isso, os cuidados bucais, afetam no dia a dia das pessoas.

Ainda assim, a maior parte da população tem a ilusão de que a atenção com a saúde bucal tem pouca importância.

Para manter a boca saudável, recomenda-se fazer a higiene oral de forma adequada, com escova de dente e fio dental, pelo menos duas vezes ao dia e a visita ao dentista regularmente, pelo menos a cada seis meses.